Gastronomia da Ilha da Madeira

Gastronomia da Ilha da Madeira

Gastronomia da Ilha da Madeira

Gastronomia da Ilha da Madeira

A Madeira é o destino ideal, não só pelo amenidade do seu clima e exuberância da sua flora, mas também pela grande variedade de pratos regionais que podemos encontrar.

Os menus apetitosos contribuirão para fazer da sua estadia nesta ilha uma inesquecível expedição culinária, pois vai encontrar muitas especialidades típicas, de peixe ou de carne, preparadas deliciosamente de maneira variada, sem falar dos vinhos excelentes para acompanhar a sua refeição.

A vasta escolha permite que todos os dias possa experimentar algo de novo.
O mar é extensão natural da Madeira e os pescadores sabem bem tirar partido dele. Peixe fresco chega aos mercados do Funchal e das outras cidades costeiras todos os dias. Os melhores pratos são o atum fresco, os chicharros fritos e o peixe-espada acompanhado com maracujá, banana ou em caldeirada.
O verdadeiro gourmet saberá apreciar o famoso “Bife de Atum” ou o paladar exótico da “Cavala com Molho de Vilão”.

Receitas simples mas com ingredientes frescos são o segredo da cozinha madeirense.
A maior especialidade é a Espetada, feita com cubos de carne de vaca num espeto de louro e grelhada em lenha ou em carvão. Muitos restaurantes dispõem de mesas com estruturas de ferro aplicadas no centro, para pendurar os longos espetos de louro nos quais se grelham os bocados de carne. Como acompanhamento os madeirenses sugerem o milho frito e bolo do caco, tradicionalmente cozido num bocado de telha sobre o fogo.

 

A outra especialidade da ilha é a Carne em vinha d’alhos, normalmente comida no Dia de Natal e preparada com carne de porco condimentada com alho.
Há também o “Cozido Madeirense”, composto por vários tipos de hortaliça, carne e enchidos.
Para quem quer mesmo apreciar algo original, há que experimentar a “Açorda à moda da Madeira”, ou mesmo o “bacalhau de S. Martinho”, uma especialidade da freguesia situada a oeste do Funchal.

 

Para finalizar, não irá resistir à tentação de uma sobremesa divina. Os frutos tropicais que crescem na ilha, como as bananas, mangas, papaias, romãs, uvas e abacates são, sem dúvida, uma delícia sem fim. Por que não experimentar os tabaibos, também chamados de “figos do diabo”? Estes frutos, provenientes de uma espécie de cactos, são apreciados pela sua frescura suculenta.
Muitas destas frutas são aproveitadas para fazer pudins e gelados ou sorvetes.
Na doçaria sobressaem a queijada local, que é sublime e o famoso bolo de mel. O bolo de mel remonta à época em que a ilha desempenhava um papel importante no comércio do açúcar. Este doce regional é tradicionalmente associado ao Natal e é um acompanhamento perfeito para saborear o vinho da Madeira e licores caseiros, como o de tangerina e maracujá.

No Porto Santo não há uma grande escolha de pratos regionais, mas os que existem são deliciosos. A lagosta local chama-se cavaco. Extremamente saborosa mas difícil de encontrar. As melhores especialidades incluem diversos pratos de polvo, frango assado e espetada. Quanto à fruta, toda ela é fresca e doce, desde as uvas até às melancias, melões e figos.


Seja qual for o gosto do visitante, certamente ficará a adorar a comida Madeirense.

Produtos Relacionados