Geologia da Ilha da Madeira

Geologia da Ilha da Madeira

Geologia da Ilha da Madeira

Geologia da Ilha da Madeira

O arquipélago da Madeira faz parte da Macaronésia e está situado na placa Africana. Localiza-se num extremo da cadeia montanhosa (submarina) Tore, sentido NE/SO. Considera-se um ponto quente, daí a sua natureza vulcânica e a direção NE que o arquipélago desenha.

 

De maneira sumária, o arquipélago tem a sua génese durante a criação do Atlântico Norte, começando a desenvolver-se durante o período Cretácico, há aproximadamente 130 milhões de anos.

 

A ilha do Porto Santo foi a primeira a formar-se, há 19 milhões de anos, durante o Mioceno, emergindo 11 milhões de anos depois (há 8 milhões de anos). A mais recente é a ilha da Madeira, com a mesma data de formação, tendo emergido durante a transição do Mioceno para o Plioceno, há aproximadamente 5 milhões de anos, apresentando atualmente um relevo menos erodido que as restantes ilhas.

 

 
Desde a sua emersão até agora, podem salientar-se cinco fases relacionadas com o vulcanismo da sua formação, particularmente visíveis em diversos pontos da ilha da Madeira:
 

 

  • Formação base, caracterizada por grandes erupções e expulsão de material, que terminou há 3 milhões de anos.
  • Formação da periferia, onde se verifica a diminuição significativa das condições anteriores, com a formação de alguns diques e planaltos, que terminou há 740 mil anos.
  • Formações das zonas altas, marcadas pela continuação da expulsão de material piroclástico e formação das falésias das costas norte e sul, que oscilam entre os 400 e 900m. Esta etapa que terminou há aproximadamente 620 mil anos.
  • Formação dos basaltos do Paul da Serra devido a uma fenda na Bica da Cana há 550.000 anos.
  • Erupções recentes, que praticamente definem as ilhas. Os fluidos magmáticos mais recentes situam-se nesta fase, que terminou há 6500 anos.

 

O constante vulcanismo, agregado à erosão e a movimentos tectónicos, moldaram as diferentes ilhas do arquipélago no que elas são hoje, dando-lhe a orientação que tem, coincidente com o movimento da placa africana.

 

 
Na configuração geomorfológica da Ilha, reside um dos seus principais atrativos naturais. A altitude da Ilha, assim como a complexidade do seu relevo, tornam possível a identificação de inúmeros micro-climas que permitem a existência de vários habitats.
 
Os contrastes que se dão ao nível costeiro, com grandes deltas submersos, depósitos vulcânicos submersos, grandes escarpas e grandes vales profundos, toda esta riqueza natural e geográfica constitui o acervo da Ilha da Madeira.

Produtos Relacionados